sexta-feira, 19 de agosto de 2011

LENTAMENTE SÉPIA


Amarelece a foto

reflexo da alma

que desmorona

minuto a minuto

em cada pensar

sem paz

como a praça

que ora longínqua

se desfaz...


Clau Assi


0 comentários: